Skip to main content

O Poder da Internet

O poder da Internet é cada vez maior, visto que ano após ano ganha mais espaço. Portanto, torna-se imprescindível estar conectado à rede para sobreviver no mercado. Atualmente, 53% da população usa a Internet. E no caso do uso da Internet móvel (smartphone), 49% da população é usuária (Hootsuite, 2018). Alguns países da Europa possuem mais de 90% de penetração da Internet e na América do Norte este número é de 88%. Já na América do Sul são 68% dos usuários. Embora mais baixo que nos continentes com países desenvolvidos, está acima da média mundial.
 

Tempo gasto na Internet

Em relação ao número médio de horas usadas por dia de Internet, o Brasil tem destaque. Está em terceira posição, perdendo apenas para a Tailândia e as Filipinas. Sua média de gasto é de 9h14.

 
Considerando somente o uso através dos meios móveis, o Brasil fica em segundo lugar, com 4h21.
 

O uso da mídias sociais

As mídias sociais são usadas por 42% da população mundial. Sendo 39% através dos meios móveis. A penetração das mídias sociais na América Sul é de 63%, também acima da média mundial. No entanto, somente abaixo da América do Norte (70%), do Norte da Europa (66%) e do Leste da Ásia (64%).
No Brasil, a penetração das mídias sociais está em 62%, levemente abaixo do total da América do Sul. A  Argentina (76%) puxa a média para cima. Contudo, o Brasil é o segundo país que mais passa tempo nas mídias sociais. Perde somente para as Filipinas.
 
 

Estar na Internet

Não são somente os jovens que estão usando a Internet. Eles estão mais habituados pois cresceram dentro de um ambiente digitalizado. Porém, as gerações anteriores já estão se relacionando mais com a Internet. Pesquisa da Global Web Index (2017) aponta que 49% dos Baby Boomers e 57% da Geração X procuraram opinião de especialistas na Internet antes de comprar.
Com isso, as empresas precisam repensar a forma de falar com os seus consumidores, se não quiserem perder mercado no futuro. Os sites precisam de interfaces que tenham uma fácil navegação, interatividade e não apresentem dificuldades que levem os consumidores a abandoná-lo. Devem ser responsivos (adequado para os meios móveis) ou então ser disponibilizado através de um aplicativo. Precisam estar nas redes sociais e interagir com os consumidores. Além disto, as marcas devem se mostrar atrativas para se destacar das demais e prender a atenção dos clientes.
 
 
 
 
 

Aline Autran de Morais

Mestre em Administração com linhas de pesquisa em Omnichannel; Inovação em Marketing para o varejo; Marketing Digital; Gestão de Fornecedores. Especialização em Marketing, MBA em Gestão de Varejo e Gestão Empresarial. Mais de 20 anos de experiência em varejo de moda, tendo atuado como Gerente de Produto e Gerente de Gestão de Fornecedores na Lojas Renner, Gerente de Supply e Operações na Uatt?. Sócia-proprietária da Ideiamais. Professora na ESPM Sul.