Skip to main content

O crescimento do E-commerce

As vendas de Natal do mercado E-commerce estão gerando uma expectativa de crescimento, segundo a E-bit, na ordem de 64% em relação ao mesmo período do ano passado. Para o ano de 2006, espera-se que o comércio eletrônico tenha um crescimento de mais de 70%.

De acordo com dados da Visa International, as estimativas para os próximos cinco anos é de um crescimento anual de 40%. Os motivos destacados são:

– avanço do número de usuários de banda larga;
– diversificação dos meios de pagamento;
– maturidade do consumidor;
– ofertas;
– praticidade de compra.

Além disto, o acesso dos consumidores de classe C também é um impulsionador para este crescimento, principalmente devido à popularização dos computadores.

Embora o e-commerce esteja em expansão e com grande crescimento, ainda é alto o número de clientes que tem medo de fazer compras on line devido as possíveis fraudes virtuais. A pesquisa sobre o Uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação – TIC Domicílio mostra que 10,98% dos internautas que não adquirem produtos e serviços pela internet têm preocupação com a segurança. E a pesquisa TIC Empresas mostra que 38,76% das empresas acham que um fator que impossibilita a venda pela internet é a preocupação com relação à segurança. Apesar de ser um obstáculo para o crescimento do comércio eletrônico, comparando o aumento das fraudes e o mercado como um todo, os ataques criminosos virtuais representam apenas 0,3% do total de operações.

Os resultados mostram que o e-commerce é a nova tendência mundial de venda direta e muitas empresas estão investindo neste mercado promissor para não perder espaço. As lojas virtuais oferecem comodidade e menor custo na transação, além de facilitarem a comparação de preço dos produtos. O percentual de empresas que não efetuam a venda por este meio por medo da segurança é expressivo, mas o número de internautas que não adquirem produtos por este motivo é baixo. Além disto, os ataques virtuais não representam nada perante o crescimento deste novo mercado promissor.

 

Aline Autran de Morais

Mestre em Administração com linhas de pesquisa em Omnichannel; Inovação em Marketing para o varejo; Marketing Digital; Gestão de Fornecedores. Especialização em Marketing, MBA em Gestão de Varejo e Gestão Empresarial. Mais de 20 anos de experiência em varejo de moda, tendo atuado como Gerente de Produto e Gerente de Gestão de Fornecedores na Lojas Renner, Gerente de Supply e Operações na Uatt?. Sócia-proprietária da Ideiamais. Professora UniRitter e ESPM Sul.